Em fase final de recuperação, Diego garante que fica no Ceará

Lesionado desde o início de setembro, goleiro espera retornar aos gramados em fevereiro

 

A temporada de 2010 foi, no mínino, diferente para Diego. Após oito anos como profissional do Flamengo, o goleiro deixou o clube e acertou com o Ceará, em janeiro. No Vozão, ganhou a camisa de titular e foi um dos destaques da equipe que chegou a liderar o Campeonato Brasileiro, antes da parada para a Copa do Mundo.
O segundo semestre, porém, não foi dos melhores. O Ceará despencou na tabela e Diego teve a condição de titular questionada. Para piorar, sofreu uma lesão no ligamento cruzado do joelho direito que o afastou dos gramados desde o início de setembro. De férias no Rio de Janeiro, o goleiro espera retornar aos campos o mais rápido o possível e garante que ficará em Fortaleza na próxima temporada.
- Já vou retornar aos treinos na pré-temporada, mas pegando mais leve, mais devagar. Espero voltar a jogar em fevereiro. Tenho mais um ano de contrato e pretendo ficar. É uma cidade muito boa, e o clube está se estruturando – disse o goleiro, que prestigiou a pelada beneficente promovida pelo amigo Ibson, nesta terça-feira, mas não participou por causa da lesão.
Após conquistar quatro campeonatos cariocas, uma Copa do Brasil e um Brasileirão pelo Flamengo, Diego acompanhou de longe o turbulento ano do clube. A volta ao Rubro-Negro não está descartada, mas apenas num futuro distante.
- Tenho muito carinho pelo clube. Penso em voltar um dia. Mas, no momento, quero me desligar um pouco do Flamengo e do Rio de Janeiro. Minha saída ainda está muito recente – declarou Diego, que deixou a Gávea insatisfeito por ser reserva de Bruno, desde 2006.

Comentários